A escola e o desenvolvimento da coletividade

No ambiente educacional e dentro de casa, as crianças e os adolescentes percebem que uma sociedade é feita de muitos

Compartilhe este post

Dizem por aí que uma andorinha só não faz verão. Essa frase aponta para a importância da coletividade. Nenhum problema social surge individualmente e nenhuma transformação partirá de apenas um de nós. Precisamos exercitar a cidadania e pensar no melhor para a sociedade em união. 

Por exemplo, a situação da pobreza, embora atinja uma parte da população e não outra, pode ser considerada um problema de todos nós. Nenhuma sociedade prospera se houver parte dela em condições precárias. O desenvolvimento só faz sentido se for coletivo. 

A consciência sobre a importância, a necessidade e a potência da coletividade diante das questões sociais deve ser pauta nas práticas educacionais. As instituições de ensino têm a missão de formar cidadãos responsáveis e relevantes. O convívio com os colegas na escola costuma ser favorável ao desenvolvimento da coletividade, mas é possível fazer mais. Os professores devem pensar em formas de desenvolver a consciência coletiva em seus alunos. 

Isso pode acontecer por meio de debates, atividades em grupo, palestras sobre questões sociais, rodas de conversa, gincanas e leituras! O Sistema Interativo de Ensino produz um material didático comprometido com a formação dos estudantes e o desenvolvimento de suas respectivas cidadanias. A consciência coletiva é um de nossos compromissos. Confira alguns títulos que podem auxiliar a abordagem desse tema no currículo escolar:

Planeta, eu e você

Uma das questões para as quais a coletividade deve despertar tem a ver com a preservação ambiental. Devemos nos engajar coletivamente para cuidar da natureza e proteger as futuras gerações. Esse título mostra maneiras de fazer tudo isso.

Família todo mundo tem 

A primeira relação de pertencimento e coletividade começa dentro de casa. Todos nós temos famílias e importa valorizar suas diferentes formações. Esse título fala sobre as diferenças, mas acima de tudo sobre aquilo que une todos os lares de nossa sociedade: o amor. 

O menino que tudo queria

O material fala sobre um mal da sociedade que atrapalha e muito o ponto de vista coletivo: o consumismo. Além de esgotar a natureza, a prática de consumir demasiadamente está ligada à pobreza que, como já mencionado, trata-se de um problema coletivo.

O que é ser solidário? 

A solidariedade pode ser entendida como a manifestação do desenvolvimento da consciência coletiva. Quando nos atentamos aos outros e nos conscientizamos sobre eles, sentimos o desejo de ajudá-los. 

Que tal aproveitar estas dicas de literatura infanto-juvenil e abordar esses temas em sala de aula? Que sua classe possa ser um espaço coletivo de compreensão e partilha!

Explore outros conteúdos

A Plataforma de Ensino Digital – Weekly – é uma solução inovadora para o ensino on-line. Proporciona um ambiente virtual de aprendizagem e o acesso a diversos recursos digitais conectados ao Sistema de Ensino Interativo.