3 dicas de vida saudável para professores

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

A saúde de cada docente é uma prioridade para nós

 

O Sistema Interativo e as instituições de ensino jamais existiriam e tampouco funcionariam sem os professores. Reconhecemos suas importâncias para a educação e, consequentemente, para a sociedade. Portanto, é de nosso interesse prezar pelo bem-estar e pela qualidade de vida deles.

Lecionar pode ser desgastante para muitos. Aulas atrás de aulas, alunos e mais alunos, voz no máximo para alcançar a turma inteira distribuída espaçadamente no ambiente para evitar aglomerações, rotina incessante, pouco tempo para comer. Cuidado, professor! Sua vocação não pode se tornar um fardo e sua saúde jamais deve estar em segundo plano. Pensando nisso, listamos alguns hábitos de vida saudável para colocar em prática no cuidado com a qualidade de vida.

 

1- Comer comer é o melhor para poder crescer

Na correria entre uma turma e outra, muitos professores negligenciam até o horário das refeições. Comem com pressa e logo a má alimentação deixa de ser uma exceção na rotina para se tornar um hábito nocivo.

Aquilo que comemos é o que nos dá energia para encarar o dia, portanto devemos prezar pelo horário das refeições, bem como consumir alimentos saudáveis em uma dieta equilibrada que traga nutrição ao corpo. Em vez de um lanchinho gorduroso na cantina da escola, que tal levar uma opção mais saudável de casa? Lembre-se da musiquinha ensinada para as crianças ainda no jardim de infância que trata com ritmo e rima sobre a importância de comer.

2- Já bebeu água hoje?

Tem gente com a rotina tão incessante que não consegue ter tempo nem para dar uns goles d’água. E aí já viu, né? A desidratação atinge níveis perigosos e contrários às necessidades do nosso corpo, formado entre 60 a 70% por esse líquido tão indispensável.

Professor, devemos beber cerca de 2 litros de água por dia. O que custa levar uma garrafinha para as aulas e dar uns goles entre uma pausa e outra? Dizem que saco vazio não pára em pé, mas rio seco também não anda.

3- E fora da sala, você está bem?

Falamos, sobretudo, a respeito da saúde física nas dicas acima, mas há algo que não podemos deixar de mencionar: saúde mental. Muitos professores enfrentam problemas de ordem psicológica e escondem tudo atrás de sorrisos todas as manhãs ao cumprimentarem alunos e colegas.

Fora da sala de aula, procure ajuda psicológica se estiver enfrentando algum problema emocional. Não negligencie a importância desse cuidado. Cuide de seu corpo e sua mente, porque você precisa de ambos para trabalhar.

 

Professor, queremos te ver bem!

Explore outros conteúdos

A Plataforma de Ensino Digital – Weekly – é uma solução inovadora para o ensino on-line. Proporciona um ambiente virtual de aprendizagem e o acesso a diversos recursos digitais conectados ao Sistema de Ensino Interativo.