Qual a diferença entre multidisciplinaridade e interdisciplinaridade?

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Nomes parecidos, abordagens distintas. Descubra qual é a melhor opção para sua escola!

 

Multidisciplinaridade e interdisciplinaridade são dois conceitos pertinentes e comuns à rotina escolar e à prática pedagógica. Vez ou outra, mesmos os profissionais da educação, aplicam essas palavras em contextos distorcidos, trocando seus significados. Apesar da semelhança entre ambas, elas representam abordagens distintas.

Não que uma seja melhor que outra, mas a escolha de uma ou de outra dependerá do objetivo do educador e da atividade que ele propões para seus estudantes. Você, sendo o educador em questão, saberia escolher?

Para te ajudar nessa missão, este texto tem o objetivo de explicar os princípios de cada um dos conceitos e exemplificar suas aplicações, destacando seus benefícios no que tange o ensino e a aprendizagem.

Multidisciplinaridade

Pense em um assunto. Agora, destrinche-o entre as disciplinas. Por exemplo, gravidez na adolescência. Essa pauta pode ser abordada estatisticamente pela matemática, analisada como fenômeno pela sociologia, compreendida pela perspectiva da história, discutida e contraindicada pela biologia.

Todas as disciplinas podem contribuir para a formação do arcabouço de conhecimento a respeito do assunto, mas elas não se cruzam obrigatoriamente em uma atividade. Nesse caso, não há uma interação entre áreas incentivada pelo corpo docente, por exemplo.

Os componentes curriculares agem individualmente sem a preocupação de fomentar uma correlação. Dizendo de maneira prática, os professores entregam seus conteúdos concentrando-se em suas respectivas áreas.

Interdisciplinaridade

A abordagem interdisciplinar, por sua vez, estuda o mesmo assunto pela perspectiva de várias áreas do conhecimento e ainda as coloca para interagir, geralmente em projetos e atividades em conjunto. Funciona como um intercâmbio, intermediado pelo diálogo.

Para facilitar a visualização, usaremos outro exemplo. É possível falar sobre preservação ambiental num trabalho que envolve coletivamente geografia, física, química, matemática e história. Dessa forma, a abordagem interdisciplinar favorece uma visão globalizada dos assuntos e a articulação dos argumentos tendo em vista todas as perspectivas.

 

Qual é a melhor opção?

Não existe melhor opção. Multidisciplinaridade e interdisciplinaridade têm aspectos particulares. Para saber qual das abordagens representa a melhor opção para seus alunos, você precisa avaliar seu objetivo, a realidade de seus alunos, as ferramentas que estão a sua disposição, entre outros fatores.

E mais: é possível que as abordagens sejam intercaladas dentro da prática pedagógica de uma escola que, por exemplo, realiza feiras com projetos interdisciplinares. Em todo caso, a pluralidade de áreas no ensino, possibilita o aprofundamento na aprendizagem.

Explore outros conteúdos

A Plataforma de Ensino Digital – Weekly – é uma solução inovadora para o ensino on-line. Proporciona um ambiente virtual de aprendizagem e o acesso a diversos recursos digitais conectados ao Sistema de Ensino Interativo.