Hora do recreio

Entenda a importância de uma cantina saudável dentro da escola

Compartilhe este post

Quando o sinal bate, os alunos deixam suas carteiras e correm disparados rumo ao pátio. Lá fica um dos lugares mais especiais e requisitados de toda a escola: a cantina. A hora do recreio costuma ser ansiosamente aguardada e especialmente deliciosa por conta dos lanches e guloseimas ali oferecidos. Quem nunca guardou os trocadinhos para comprar um doce? 

A cantina faz parte da cultura escolar e desempenha um papel de extrema importância no processo educativo, sabia? Com um cardápio saudável, os estudantes recebem ensinamentos valiosos sobre a educação alimentar e consomem alimentos que nutrem tanto o corpo quanto a mente. 

A saúde das crianças e dos adolescentes deve ser um tema que interessa e engaja toda a comunidade que a cerca, desde o núcleo familiar até o núcleo escolar. Educadores responsáveis devem se certificar que os estudantes tenham acesso a alimentos saudáveis em todas as refeições do dia a dia. 

Na prática 

Algumas famílias preparam merendas em lancheiras a fim de que suas crianças as levem para a escola. No entanto, a correria do dia a dia impede que os pais sejam seletivos no preparo dos lanches. Infelizmente, a opção mais rápida e prática costuma ser também a mais maléfica para a saúde dos pequenos. Ou seja, pacotes de biscoito, salgadinhos e outros produtos industrializados que causam um estrago quando consumidos com frequência e em demasia. 

A cantina surge como uma alternativa para os pais que não conseguem preparar lanches diariamente. No entanto, nem sempre ela se revela uma alternativa saudável. Na maioria das vezes, esses espaços também costumam ser recheados com produtos que devem ser evitados. Diante disso, faz-se necessário pensar algumas questões: 

  • Os educadores das instituições escolares estão preocupados com o desenvolvimento físico e mental das crianças a ponto de garantir que suas cantinas ofereçam alimentos saudáveis que nutrem seus estudantes e tranquilizem suas respectivas famílias?
  • As famílias têm conhecimento sobre os cardápios que são oferecidos nas escolas de seus filhos?
  • As crianças e os adolescentes recebem instruções, em casa e na escola, que os educam sobre a importância de uma alimentação saudável? 

“Pra ficar fortinho e crescer”

Pensar nas respostas a estas perguntas desperta consciência e move o engajamento de todas as pessoas envolvidas no processo educativo e no cuidado com jovens. O ideal é que a comunidade escolar e a comunidade familiar se unam para pensar em um cardápio saudável que, como diz uma música popular, fortaleça e faça crescer. 

Confira agora nossas sugestões de ítens recomendáveis:

  • Sanduíches naturais
  • Sucos sem açúcar
  • Biscoitos integrais
  • Frutas, castanhas e nozes

As crianças podem até estranhar essas opções no começo, porque seus paladares foram acostumados a outros tipos de alimentos. Mas, com o tempo, aprenderão a saborear o gosto de alimentos mais saudáveis! 

Explore outros conteúdos

A Plataforma de Ensino Digital – Weekly – é uma solução inovadora para o ensino on-line. Proporciona um ambiente virtual de aprendizagem e o acesso a diversos recursos digitais conectados ao Sistema de Ensino Interativo.